Setor de serviços cresce 2,4% em novembro, mostra IBGE

Na comparação com novembro de 2020, o volume de serviços avançou 10%, nona taxa positiva consecutiva
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

O volume de serviços no Brasil cresceu 2,4% em novembro frente a outubro, na série com ajuste sazonal, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Com este resultado, o setor está 4,5% acima do nível pré-pandemia (fevereiro de 2020) e no mesmo patamar de dezembro de 2015.

“Esta recuperação do mês de novembro coloca o setor no maior patamar dos últimos seis anos, igualando-se ao nível de dezembro de 2015. Das últimas 18 informações divulgadas, na comparação mês contra mês anterior, 15 foram positivas e 3 foram negativas: março, devido a segunda onda de Covid, e setembro e outubro, por conta de aumentos de preços em telecomunicações e passagens aéreas”, destaca o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Na comparação com novembro de 2020, o volume de serviços avançou 10%, nona taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, o volume de serviços avançou 10,9% frente a igual período do ano anterior.

As demais expansões vieram de transportes (1,8%), de serviços prestados às famílias (2,8%) e de outros serviços (2,9%).

Em sentido oposto, a única taxa negativa do mês ficou com o setor de serviços profissionais, administrativos e complementares (-0,3%), sua quarta taxa negativa consecutiva, acumulando perda de 3,7%.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Últimas notícias

Matérias relacionadas