Destaques da Bolsa: Ações da Petrobras registram alta; varejistas caem

Confira os destaques desta quinta-feira (13)

O Ibovespa opera entre perdas e ganhos, nesta quinta-feira (13), enquanto as bolsas dos Estados Unidos operam em campo positivo. 

Às 12h30, o Ibovespa caía 0,12%, cotado a 105.574 pontos.

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) registram alta de 3% e 2,12%, respectivamente, com o petróleo operando entre perdas e ganhos. PetroRio (PRIO3) tem forte alta de 4,87%. 

Após duas sessões de alta, Vale (VALE3) cai 1,21%, CSN Mineração (CMIN3) -1,09%, Gerdau (GGBR4) -1,25% e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) -1,17%.

Itaú Unibanco (ITUB4) avança 0,90%, após anunciar compra da corretora digital Ideal.

A BRF (BRFS3) sobe 2,22%, a companhia assinou um memorando de entendimentos (MOU) com um fundo de investimentos soberano da Arábia Saudita para a criação de uma joint venture, que atuará na cadeia completa de produção de frangos no país.

No campo negativo está o setor de varejo: Magazine Luiza (MGLU3) tem queda de 3,49%, Via (VIIA3) -2,92%, Americanas (AMER3) -2,21% e Lojas Americanas (LAME4) -2,86%. 

Confira os destaques desta quinta-feira: 

Itaú (ITUB4) 

O Itaú Unibanco disse nesta quinta-feira que chegou a um acordo para adquirir a corretora digital Ideal, segundo fato relevante.

O Itaú pagará cerca de 650 milhões de reais por uma participação de 50,1% na Ideal e terá o direito de adquirir os 49,9% restantes após cinco anos.

Segundo o Itaú, a aquisição permitirá, entre outros fatores, “a oferta de produtos e serviços financeiros em modelo B2B2C”, a aceleração da entrada no mercado de agentes autônomos de investimentos e o aperfeiçoamento na distribuição de produtos de investimentos para clientes pessoas físicas.

Dexco (DXCO3)

A Dexco anunciou aprovação no programa de recompra de ações, conforme informou ao mercado na noite da última quarta-feira (12). De acordo com o comunicado, serão adquiridas até 20 milhões de ações ordinárias, que correspondem a 6,76% dos papéis que estão em circulação, em um prazo de 18 meses.

“A aquisição visa maximizar a geração de valor para o acionista, por meio da administração eficiente da estrutura de capital, com a aquisição das ações ordinárias de sua própria emissão, para permanência em tesouraria, posterior alienação no mercado e/ou cancelamento, sem redução do capital social da companhia”, disse a empresa em fato relevante.

Petrobras (PETR3;PETR4) 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a venda da totalidade da participação da Petrobras nos campos terrestres do Polo Carmópolis para a Carmo Energy. O negócio foi anunciado em dezembro e soma US$ 1,1 bilhão, de acordo com informação da estatal em fato relevante.

O Polo Carmópolis compreende 11 concessões de produção terrestres, localizadas no Estado de Sergipe. 

*Com Reuters e Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas