Bradesco envia carta aberta ao Agro após vídeo sobre consumo de carne: ‘Acreditamos na pecuária’

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O Banco Bradesco (BBDC4) compartilhou uma carta aberta ao Agronegócio brasileiro, após entendidades pecuárias reprovarem a propaganda da instituição financeira contra o consumo de carne. Nesta segunda-feira (3), produtores rurais realizaram protestos em frente às agências.

Em nota, o banco afirmou que, ao longo de seus quase 79 anos de história, apoiou de forma plena o segmento do Agronegócio brasileiro, estabelecendo parcerias sólidas e produtivas.

Segundo o Bradesco, isso ocorre baseado em sua crença “indelével nesse segmento, enquanto vetor de desenvolvimento social e econômico do País”.

Ao citar a propaganda que foi distribuída nas redes sociais, o banco citou que o caso foi uma posição descabida e que não representa a instituição.

“Nos últimos dias, lamentavelmente vimos uma posição descabida de influenciadores digitais em relação ao consumo de carne bovina, associadas à nossa marca. Importante dizer que tal posição não representa a visão desta casa em relação ao consumo da carne bovina. Pelo contrário”, ressaltou o banco.

O Bradesco ainda complementou que acredita e promove direta, e indiretamente, a pecuária brasileira e, por conseguinte, o consumo de carne bovina.

Para finalizar, o banco ressaltou que medidas foram tomadas, incluindo a remoção do conteúdo em ambiente público, e “ações administrativas internas severas” foram realizadas.

“Dessa forma, reiteramos nossa lamenta pelo ocorrido e reforçamos, mais uma vez, nossa crença irrestrita na pecuária brasileira”, concluiu o Bradesco.

ENTENDA O CASO

Entidades ligadas ao Agronegócio em Goiás realizam o protesto “Segunda Com Carne” nesta manhã, como forma de repudiar um dos vídeos da propaganda nomeada “Carbono Neutro”.

Na campanha publicitária, três influenciadoras digitais dizem que a criação de gado contribui para emissão dos gases de efeito estufa.

Em seguida, elas falam sobre reduzir o consumo de carne e escolher um prato vegetariano na segunda-feira. O dia é conhecido mundialmente como “Segunda Sem Carne”.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais dos organizadores dos protestos, representantes aparecem distribuindo churrasco em frente à agência do banco.

Veja:

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas