Especialistas sobre Small Caps: ‘Retorno sempre foi melhor do que o Ibovespa’

Em live com Marco Saravalle, estrategista-chefe da Sarainvest, Werner Roger e Heloísa Cruz falaram sobre as vantagens de ter as ações na carteira

Werner Roger, sócio-fundador e CIO da Trígono Capital, e Heloísa Cruz, gestora da Stoxos, estiveram presentes na live de Marco Saravalle, estrategista-chefe da Sarainvest. Durante o bate-papo, os especialistas falaram sobre Small Caps, que, segundo eles, precisam da atenção dos investidores que desejam ter mais rentabilidade.

Apesar de “dar mais trabalho”, por precisar ir atrás por conta própria de informações, já que dificilmente possuem análises profundas, Roger enfatizou que as ações Small Caps sempre deram mais retorno do que qualquer outro investimento.

“Eu invisto como Pessoa Física desde 1983, então eu conheço os dois lados: de empresas grandes e Small Caps. Ações Small Caps sempre me deram mais retorno, não tenho nenhuma dúvida disso. Se você olhar o índice desde quando foi criado, o retorno dessas ações foram maior do que o Ibovespa”, analisou o sócio fundador da Trígono Capital.

O especialista ainda explica que as companhias com capital menor têm mais facilidade em dobrar de tamanho do que Petrobras (PETR3; PETR4), Itaú (ITUB4), Vale (VALE3) e Bradesco (BBDC4), por exemplo.

“A quantidade de ações é maior e o crescimento também. Além disso, é uma alternativa de diversificação, de complementar o portfólio. A gente tem que pensar que o mundo inteiro está olhando para a Petrobras, por exemplo. Então fica o questionamento: como achar algo barato nesse meio?”, indagou Roger.

“EM GRANDES EMPRESAS, VOCÊ COMPETE COM GRANDES ANALISTAS”

Seguindo o raciocínio de Werner, Heloísa Cruz complementou que a maioria das ações Small Caps são empresas “que já estão rodando” e, no final, o que importa é o “troféu” [rentabilidade].

“No fim, não importa se o recurso veio através de Small ou Large Caps, o que importa é o quanto você conquistou a longo prazo. Quando olhamos grandes empresas, como Petrobras e Itaú, você está competindo com os melhores analistas de Petróleo do mundo”, explicou a gestora da Stoxos, enfatizando os contras ao se investir em Large Caps.

A especialista ainda ressaltou que, quando se olha para as Small Caps, a competição é “contra” as Pessoas Físicas, o que é um benefício: “Por isso, qualquer habilidade e experiência que você tenha, faz muita diferença. Eu prefiro olhar dessa maneira porque é mais fácil e, justamente por ser assim, as assimetrias são maiores. Você entra em uma posição mais favorável”.

QUAL O MELHOR CASE?

Para Heloísa Cruz, a Simpar (SIMH3) é o melhor case: “Não é supresa eu falar dela, porque tem alguns crescimentos que a fazem andar. Ela está lucrando quase R$ 1 bi por trimestre e continua investindo”.

Segundo a análise da gestora, é uma empresa que vai mostrar um crescimento constante de lucro: “Além disso, a Simpar está fazendo aquisições de negócios que sofreram com a pandemia, então ela está pagando barato nas aquisições e criou um relacionamento fantástico com todas as partes”.

Já para Werner Roger, além de concordar com o case da gestora, ele também apresentou a Ferbasa (FESA4) e a Tupy (TUPY3).

SMALL CAPS EXPONENCIAIS

Para Marco Saravalle, o cenário de Small Caps é sinônimo de boas oportunidades de diversificação em um portfólio. De acordo com o analista, investir em empresas menores, fora dos holofotes é uma boa alternativa diante do atual cenário nacional.

“Quem me acompanha sabe o quanto me dedico na busca por ações que estão descontadas na Bolsa, mas que demonstram fundamentos e grandes possibilidades de valorização.”, afirma o idealizador do projeto Small Caps Exponenciais.

Ainda segundo o estrategista-chefe, optar por investir em empresas fora do radar não tem relação com day trade e nem com investimento de alto risco e sim, com fundamentos.

“É dessa forma que os grandes investem e é isso o que eu ensino no projeto. É uma oportunidade para investidores que buscam aumentar patrimônio de maneira fundamentada, investindo em empresas sérias, com chances claras de valorização”, finaliza.

Saiba mais sobre o universo das Small Caps aqui.

Veja a entrevista na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas