Destaques da Bolsa: Gol (GOLL4) lidera altas do ibovespa nesta segunda

A Gol, companhia aérea, bem como o setor de turismo, protagonizaram as altas na bolsa hoje (6), em dia de recuperação
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

O Ibovespa fechou em alta de 1,70%, cotado a 106.858,87. Os resultados positivos dessa segunda (6), marcaram o terceiro pregão consecutivo em que o principal índice da bolsa brasileira fecha em alta, ampliando seus ganhos. Neste início de semana, o otimismo do investidor com as novas pesquisas da variante Ômicron levaram as ações do setor a protagonizarem as altas do Ibovespa.

Além disso, no mercado interno, os investidores seguem observando o andamento da PEC dos Precatórios em Brasília. Outra questão que ficou no radar foi o Boletim Focus. Esse por sua vez, divulgado hoje, se baseou em compilação de previsões de cerca de 100 respondentes na sondagem do BC, a taxa básica de juros fechará 2021 em 9,25%, mesma previsão da semana anterior e ante taxa atual de 7,75% ao ano. A Selic ainda finalizaria 2022 em 11,25%, também mesmo prognóstico da semana anterior.

Entre as ações com as maiores altas, estão: Gol (GOLL4: +11,80% – R$ 16,96); Braskem (BRKM5+10,61% – R$ 66,92); Azul (AZUL4: +10,48% – R$ 24,78)

Entre as ações com as maiores quedas, estão: Meliuz (CASH3: -11,40% – R$ 3,03); Rede d’or (RDOR3: -3,49% – R$ 47,60); e Rumo (RAIL3: -3,04% – R$ 17,55).

Confira os destaques desta segunda-feira: 

Gol (GOLL4)

A Gol informou nesta segunda-feira que a demanda por seus voos em novembro cresceu 17,1% sobre o mesmo mês de 2020, enquanto a oferta avançou 20,4%, segundo comunicado da companhia ao mercado. Ante outubro, a expansão da demanda foi de 8,5%, enquanto a oferta subiu 11,3%.

A empresa afirmou que a taxa de ocupação de passageiros nas aeronaves no mercado doméstico em novembro foi de 82,4%, queda ante os 84,4% de um ano antes e dos 84,3% de outubro deste ano. A companhia retomou no mês passado os voos internacionais e apurou 143 decolagens e uma taxa de ocupação de 70,2%. O número de passageiros transportados para fora do Brasil somou 15 mil, informou a empresa sem revelar os destinos voados.

Méliuz (CASH3) 

A Méliuz divulgou recentemente os resultados de vendas para o mês de novembro, após uma Black Friday que foi muito bem sucedida pela empresa, com Volume Bruto de Mercadoria (GMV, na sigla em inglês) de R$ 923 milhões. Com isso, o BTG Pactual inseriu recomendação de compra na ação e elogiou a estratégia da companhia.

“Diferentemente dos anos anteriores, a Méliuz lançou o chamado Festival das Blacks para todo o mês de novembro deste ano (não só para o período da Black Friday), com o objetivo de maximizar a geração de valor para usuários, parceiros e empresa”, explicou o banco. O preço-alvo delimitado foi de R$ 6,00, que corresponde valorização de 75,4%. Isso considerando o fechamento de sexta-feira, que encerrou o pregão com alta de 32,95%.

O BTG também destacou que espera um bom resultado no GMV também para o quarto trimestre, com destaque para o mês de novembro, que poderá representar 63% nos três últimos meses do ano.

Embraer (EMBR3)

A Embraer informou que sua subsidiária Eve Urban recebeu um total 60 pedidos de aeronaves elétricas de pouso e decolagem verticais (eVtol) feitos por duas empresas australianas, segundo comunicados enviados ao mercado. Nesta segunda-feira, a Embraer anunciou uma parceria com a Sydney Seaplanes, que permitirá iniciar a implantação de operações de táxi aéreo elétrico na região da Grande Sydney. A parceria envolve encomenda de 50 eVtols, com entregas previstas para a partir de 2026.

No sábado, a Embraer já havia anunciado que a operadora australiana de helicópteros Nautilus encomendou 10 eVtol da Eve, para operar em atrações turísticas de Queensland, incluindo a Grande Barreira de Corais. A previsão para a realização dos primeiros voos é em 2026. Não foram divulgados valores para nenhuma das transações.

Petrobras (PETR3; PETR4)

A Petrobras afirmou nesta segunda-feira (6) que não antecipa decisões de reajuste de combustíveis e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado. O comunicado foi divulgado após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que a Petrobras começará nesta semana a anunciar “pequenas” reduções no preço dos combustíveis, conforme entrevista ao Poder360.

“A Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais”, disse a companhia. A empresa disse ainda que monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Últimas notícias

Matérias relacionadas