Com feriado nos EUA, Ibovespa sobe com indicadores econômicos

IBGE divulgou o IPCA-15, considerado prévia da inflação, que subiu 1,17% em novembro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

O Ibovespa registra alta nesta quinta-feira (25), dia em que a bolsa opera com menor liquidez devido ao feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos. O mercado brasileiro reage aos indicadores econômicos que saíram pela manhã.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 1,17% em novembro, sobre alta de 1,20% no mês anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No ano, o indicador acumula alta de 9,57% e, em 12 meses, de 10,73%, acima dos 10,34% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em novembro de 2020, a taxa havia sido de 0,81%. 

Os investidores continuam de olho para votação da PEC dos Precatórios na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que ocorrerá na próxima terça-feira, dia 30. Além disso, a Câmara dos Deputados vota nesta quinta a Medida Provisória que criará o Auxílio Brasil.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, opera em alta de 1,60%, cotado a 106.189,30 pontos às 13h50.

O dólar comercial registra queda de 0,56%, cotado a R$ 5,564.

Nos Estados Unidos, as bolsas estão fechadas e reabrem na sexta-feira até às 13h.

Confira destaques desta quinta:

Setor externo tem déficit de US$ 4,464 bi em outubro, revela BC

O resultado das transações correntes ficou negativo em outubro deste ano, em US$ 4,464 bilhões, informou nesta quinta-feira, 25, o Banco Central. Este é o pior desempenho para meses de outubro desde 2019, quando o saldo foi negativo em US$ 9,257 bilhões.

O número de outubro ficou dentro do levantamento realizado pelo Projeções Broadcast, que tinha intervalo de déficit de US$ 6,000 bilhões a rombo de US$ 1,100 bilhão (mediana negativa em US$ 5,000 bilhões). O BC projetava para o mês passado déficit de US$ 4,2 bilhões na conta corrente.

Pela metodologia do Banco Central, a balança comercial registrou saldo positivo de US$ 1,303 bilhão em outubro, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 1,468 bilhão. A conta de renda primária também ficou deficitária, em US$ 4,596 bilhões. No caso da conta financeira, o resultado ficou negativo em US$ 4,743 bilhão.

Confiança da construção cai 0,8 ponto em novembro, a 95,3 pontos, diz FGV

O Índice de Confiança da Construção (ICST) caiu 0,8 ponto em novembro, para 95,3 pontos, informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com a segunda queda mensal consecutiva, a média móvel trimestral do indicador recuou 0,3 ponto, após cinco meses seguidos de alta.

“A segunda queda consecutiva da confiança dos empresários da construção reflete um final de ano com cenário mais desafiador para empresas”, afirma a coordenadora de Projetos da Construção do Ibre/FGV, Ana Maria Castelo, em nota. “A atividade perdeu força em novembro, embora ainda predomine a percepção de crescimento.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.