Iguatemi registra prejuízo líquido de R$ 57,9 milhões no 3º trimestre

De acordo com a empresa, prejuízo registrado ocorreu devido ao efeito da variação do preço da ação da Infracommerce; sem o efeito, lucro líquido seria de R$32 milhões

A rede de shopping Iguatemi (IGTA3) registrou prejuízo líquido de R$ 57,9 milhões no terceiro trimestre de 2021, ante lucro de R$ 61,5 milhões do mesmo trimestre do ano passado, que ficou em R$ 61,5 mi. A empresa divulgou o balanço trimestral nesta terça-feira (9) na Comissão de Valores Imobiliários (CMV).

De acordo com o release de resultados da empresa, o prejuízo registrado ocorreu devido ao efeito da variação do preço da ação da Infracommerce e o FFO. Sem esses efeitos, a companhia afirmou que o lucro líquido seria de R$32 milhões e R$ 71,7 milhões no 3T21, respectivamente.

A receita líquida ficou em R$ 212,1 milhões no 3º tri, que corresponde a um aumento de 16,5% em comparação ao trimestre encerrado em setembro de 2020. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) teve resultado positivo de R$ 153,5 milhões, crescimento de 14,5% no trimestre entre julho e setembro de 2020.

O Iguatemi apresentou lucro líquido de R$ 260,8 milhões nos nove primeiros meses do ano, resultado 116,9% maior que no período entre janeiro e setembro de 2020.

A receita líquida ficou em R$ 551,8 milhões, aumento de 10,4% em comparação aos três primeiros trimestres de ano passado.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas