Conselheiro da Anatel diz ser ‘improvável’ que leilão do 5G não saia neste ano

O relator enfatizou que os setores da economia anseiam pela tecnologia no Brasil

Emmanoel Campelo, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), participou do “Painel Telebrasil 2021” nesta terça-feira (21). No evento virtual, ele disse que o leilão do 5G deve sair ainda neste ano.

“Sai este ano, sim. Aliás, eu diria que não sair é um cenário improvável. Digo isso com muita satisfação, pois o caminho para chegarmos neste ponto não foi nada fácil. Embora ele seja chamado de edital do 5G, essa licitação na verdade disponibilizará quatro faixas diferentes de frequências”, disse o também relator do edital. 

Campelo complementou dizendo que os setores da economia anseiam pelo 5G no Brasil: “Até recentemente, dados de conectividade do país costumavam ser estratificados na área rural e urbana, porque estávamos todos concentrados em avaliar como estava o mercado de varejo, no serviço de voz e de banda larga. Recentemente, têm surgido levantamentos e avaliações da conectividade em setores diversos, sobretudo na indústria e no agronegócio.”

Veja mais:

Para ele, esses estudos apresentam uma nova e vertiginosa crescente demanda pela tecnologia móvel, que precisará ser atendida por novas ações regulatórias e políticas públicas.

Em outro momento, o conselheiro da Anatel enfatizou que as exigências de rotas de fibra óptica darão capilaridade à expansão do 4G e do 5G no País e cabe agora “senso de urgência às autoridades para não atravancar a modernização”. 

Por fim, Campelo engrandeceu o trabalho da Anatel: “Talvez esse seja o primeiro leilão que a Anatel realizará que é eminentemente não arrecadatório. Praticamente todos os recursos do leilão serão destinados a investimentos de infraestrutura. Isso é um grande marco na agência”. 

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas