Japão investiga queda no sistema da Amazon que atingiu corretoras online

Essa, que é a terceira queda da gigante de e-commerce desde junho, também atingiu a ANA Holdings, que teve seus voos atrasados após problemas com emissão de bilhetes e check-in

O Japão está investigando a queda nos serviços da Amazon Web Services, que causou problemas às corretoras online, além de uma operadora de telefonia celular e também a maior companhia aérea do país, segundo um porta-voz do governo. As informações são da Reuters.

Essa, que é a terceira queda da gigante de e-commerce desde junho, atingiu a ANA Holdings, que teve seus voos atrasados após problemas com emissão de bilhetes e check-in. No momento, os serviços das companhias já foram restaurados.

Segundo um porta-voz da Amazon, a interrupção, que durou seis horas em Tóquio, foi causada pela “perda de vários dispositivos centrais de rede”. Em relação à quantidade de clientes atingidos pelo problema, a empresa não quis se manifestar.

Veja mais:

Vale lembrar que em junho muitos usuários encararam quedas das plataformas da empresa, incluindo a Alexa e o Prime Video. Tempos depois, a plataforma disse que as lojas sofreram um apagão global.

“A Agência de Serviços Financeiros investigará para entender o que aconteceu e está pedindo que as empresas afetadas priorizem a necessidade dos consumidores”, afirmou o secretário-geral do Gabinete do Japão, em uma entrevista coletiva.

As corretoras online que relataram os atrasos foram a SBI Securities e a Rakuten Securities. Mizuho Bank, grande banco varejista, disse que parte do serviços de internet foram afetados por um problema. NTT Docomo, principal empresa de telefonia celular do Japão, também disse que alguns dos serviços foram afetados.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas