Elon Musk culpa escassez de chips por adiamento do Tesla Roadster

"2021 tem sido o ano de uma escassez super maluca nos componentes da cadeia de suprimentos", afirma o empresário na rede social
Musk
Fundador e presidente da montadora de carros elétricos Tesla, Elon Musk. 13/8/2021. Patrick Pleul/Pool via Reuters

O CEO da Tesla (TSLA34), Elon Musk, foi às redes sociais, na última quarta-feira (1º), para falar sobre o atraso do lançamento do novo Tesla Roadster. Segundo o bilionário, o motivo é a escassez global de semicondutores. 

“2021 tem sido o ano de uma escassez super maluca nos componentes da cadeia de suprimentos, então nem faria diferença se tivéssemos 17 novos produtos, pois nenhum deles seria enviado”, afirma o empresário em sua rede social.

Veja mais:

Ainda no tweet, Elon Musk disse acreditar que 2022 não será um ‘mega drama’ e, por isso, o novo Roadster deve ser lançado em 2023. 

Anunciado em 2017, o supercarro estava previsto para ser produzido em 2020, mas isso não ocorreu e foi adiado para 2022. 

Como um supercarro totalmente elétrico, o Roadster maximiza o potencial da engenharia aerodinâmica – com desempenho e eficiência recorde. 

Segundo o relatório da IHS Markit, divulgado em agosto, a falta de chips não deve se estabilizar até o segundo trimestre do ano que vem, com a recuperação chegando somente no segundo semestre. 

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas