Destaques da bolsa: Vittia tem ótima estreia e destoa do mercado

A empresa chegou a disparar quase 30% durante o dia, mas terminou com alta de dois dígitos

O mercado teve um dia negativo com as repercussões da reforma do Imposto de Renda, aprovado na noite de quarta-feira e destaques discutidos nesta quinta-feira (2). Com isso, o Ibovespa encerrou o dia em forte queda de 2,28%, cotado a 116.677,08 pontos.

Apesar disso, poucas ações da bolsa brasileira conseguiram ter um dia positivo, em especial a estreante do dia, a Vittia (VITT3). A empresa fabricante de defensivos biológicos e fertilizantes especiais teve forte alta de 16,86%, a R$ 10,05, mas chegaram a subir a quase 30% durante o dia.

Entre as maiores quedas do dia, estão: Cielo (CIEL3: -6,47% – R$ 2,60); Via (VIIA3: -6,13% – R$ 9,64); e Lojas Americanas (LAME4: -5,86% – R$ 5,78).

Entre as ações com as maiores altas, estão: Assaí (ASAI3: +2,99% – R$ 17,54); Engie Brasil (EGIE3: +1,03% – R$ 39,08); e PetroRio (PRIO3: +0,75% – R$ 18,77).

Veja mais:

Confira os destaques da bolsa nesta quinta:

Vittia (VITT3)

A companhia teve o seu primeiro dia de negociações no Bovespa (B3). A empresa fabricante de defensivos biológicos e fertilizantes especiais teve forte alta de 16,86%, a R$ 10,05, mas chegaram a subir a quase 30% durante o dia.

A Vittia precificou o papel em R$ 8,60 por ação em oferta restrita, no piso da faixa indicativa. A oferta pública movimentou R$ 359 milhões. Com o arrecadado, a empresa irá destinar 15% desse valor ao caixa, com o objetivo de realizar aquisições estratégicas.

Assaí (ASAI3)

O Assaí concluiu a venda de dois imóveis, do total de cinco do contrato assinado em julho com o fundo de investimento administrado pela BRL Trust Distribuidora para venda e locação. Os valores das duas operações divulgada nesta quinta-feira, 2, somam R$ 134,585 milhões, representando cerca de 37% do montante total previsto no acordo: R$ 364 milhões.

Essas primeiras operações tiveram por objeto a venda e subsequente locação de imóveis da companhia localizados nos Estados de São Paulo, imóvel já construído, e Rondônia, terreno sobre o qual serão realizadas obras de construção e desenvolvimento imobiliário.

Embraer (EMBR3)

A empresa aérea chegou a registrar fortes altas durante o dia, mas decaiu e fechou em queda de 0,65%, a R$ 22,78.

A Embraer informou nesta quinta que a Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a Microflite, uma das principais operadoras de helicópteros da Austrália, fecharam uma parceria que estabelecerá as bases para novas operações de mobilidade aérea urbana na Austrália, com início previsto para 2026.

Segundo a empresa, a Microflite e a Eve planejam iniciar sua parceria usando helicópteros como uma prova de conceito para validar os parâmetros que serão aplicados a futuras operações de aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical (eVTOL), também conhecidas no mercado como EVA (Electrical Vertical Aircraft ou aeronave vertical elétrica).

Ambipar (AMBP3)

A empresa foi uma das poucas que registrou alta no dia, subindo 0,62%, a R$ 64,80.

A Ambipar informou ao mercado nesta quinta a aquisição de 65% de participação na SIR Ambiente, por meio de sua controlada direta, a Environmental, que realizará seu próprio IPO em breve.

Pela compra ter sido feita por meio de capital fechado, a Ambipar explica que essa aquisição não será submetida à aprovação dos seus acionistas.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas