Philip Morris quer ficar menos dependente das vendas de cigarros

Investidores socialmente conscientes, que procuram empresas que aplicam práticas ESG, evitavam a companhia
philip morris international pmi vector logo

A Philip Morris International, fabricante do Marlboro, apresentou, nesta sexta-feira (27), o plano para emissão de títulos de dívida, com uma promessa de ficar menos dependente das vendas de cigarros.

“Sendo uma empresa grande, temos grande impacto ambiental e social, mas o maior impacto vem do produto que vendemos e queremos mostrar não apenas como a empresa está mudando o produto, mas transformando toda a nossa cadeia de valor”, afirmou Jennifer Motles, diretora de sustentabilidade da Philip Morris, em entrevista divulgada pela Bloomberg.

Investidores socialmente conscientes, que procuram empresas que aplicam práticas ESG, evitavam a companhia.

Vale lembrar que empresas e governos emitiram em 2021 uma quantia recorde de US$ 652 bilhões em títulos verdes ou sociais ou dívida vinculada a metas de sustentabilidade.

“Minha esperança é que a comunidade de investidores – que tem incrível poder de provocar mudanças – se informe melhor sobre o que pode pedir das fabricantes de cigarros. Se outras empresas de cigarros adotarem as mesmas métricas e começarem a divulgá-las de forma transparente, poderemos tornar os cigarros obsoletos e poderemos multiplicar a velocidade para alcançar isso”, disse Motles.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas