Minério de ferro interrompe série de 4 altas por preocupação com demanda chinesa

(Reuters) – Os contratos futuros do minério de ferro recuaram nesta terça-feira, pressionados por uma redução na demanda por aço na China devido ao clima desfavorável e a ameaças de intervenção no mercado por parte de autoridades do país asiático, que buscam conter os altos preços da commodity.

O contrato mais negociado do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para setembro, fechou em queda de 2,7%, a 1.153 iuanes (178,57 dólares) por tonelada, interrompendo uma série de quatro sessões de ganhos.

Na bolsa de Cingapura, o contrato mais ativo da matéria-prima siderúrgica, para entrega em julho, recuava 2,3%, para 207,75 dólares a tonelada.

Veja mais:

Os preços “spot” dos materiais de aço para construção voltaram a cair na segunda-feira, em razão da fraca demanda, de acordo com a consultoria chinesa Mysteel.

Os volumes diários de negociações do aço para construção –incluindo vergalhão, fio máquina e bobinas– entre 237 traders chineses compilados pela Mysteel encolheram em 17.608 toneladas na segunda-feira, somando 193.481 toneladas, por causa do tempo quente e úmido.

Os preços “spot” do minério com 62% de teor de ferro na China permaneceram acima dos 200 dólares por tonelada, mas já recuaram 5,2% em relação à máxima recorde apurada em 12 de maio, de 232,50 dólares.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas